terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Das imaturidades que a gente ouve ou recebe por mensagem

Sábado( 13/01) eu celebrei meu aniversário com uma festa top top( anos 80 e 90) lá no escritório. Começamos às 5 da tarde e foi até quase meia noite. Teve um pouco de tudo: dança das cadeiras, charadas, outros jogos americanos e um quizz pra ver quem realmente me conhecia. Cada jogo tinha presentinho para os vencedores( guys and girls). 

Muito bem, essa festa é assunto para o próximo post. Hoje falarei de algo que eu aprendi recentemente com uma amiga americana: 

Nunca pergunte se alguém tem filhos ou quantos filhos tem. Deixe que eles se pronunciem a respeito. Pode ser que eles estejam tentando por um tempo e ainda não conseguiram , enfrentando um processo de  adoção ou recentemente perderam um bebê, além dos casos entre casais que um quer ser muito pai ou mãe e o outro não. É um assunto muito delicado que ninguém pensa à respeito, mas que afeta muita gente.

E aquilo ficou comigo. 
De verdade! 
Parece algo bobo, mas não é, principalmente depois do que eu recebi essa semana. Bom, convidei 35 pessoas para a minha festa. 21 confirmaram presença. 15 apareceram. Normal. Entre as pessoas que confirmaram, um casal com um filho pequeno disse que tinham encontrado alguém pra ficar com o menino para que ambos pudessem vir. O moço trabalha diretamente comigo e com meu esposo. 

Na sexta, ele me manda uma mensagem de texto dizendo que eles não iriam mais poder vir por causa que já não tinha quem ficasse com o menino. Aí ele me manda um emoticon com uma cara triste.

Okay, tudo bem. Perguntei a ele se ele achava que poderia ficar com a criança para que a esposa dele pudesse vir para a festa( porque ela geralmente fica com ele para que esse moço compareça todos os eventos lá no escritório). Não obtive resposta.

Aí eu mando uma mensagem de texto para ela mencionando que ele tinha me avisado sobre eles não terem mais babysitter.Perguntei se ela achava que ele poderia ficar com o bebê para que ela pudesse vir. ( Até pra ela ter um break, sair um pouco,respirar, ter mais vida social, se divertir). Coloquei uns emoticons sorrindo. 

Aí continuei: até porque ele tem que estudar de qualquer maneira, não é mesmo?( atualmente ele está estudando para tirar a licença de investimentos ). 

Recebo uma resposta atravessada de volta : É impossível estudar e cuidar de uma criança ao mesmo tempo, mas eu sei que você não entende, afinal, você não tem filhos. Eu e ele ficaremos em casa. 

Da qual eu respondi: ok, beleza. 

DETALHE: NUNCA DEI PITACO NA MATERNIDADE DA PESSOA! 

Eu liguei para essa minha amiga americana, que tem uma filha, e perguntei se eu deixei algo passar desapercebido, se eu tinha sido grosseira. Ela simplesmente confirmou as minhas suspeitas.


Achou o comentário desnecessário e ficou bem evidente que ela( a moça da mensagem) simplesmente não queria vir e nem queria que ele fosse a festa também, mas ao invés de ser honesta, usou o filho como desculpa e ainda me chamou de burra.Eu, a vice presidente do marido dela.Essa não é uma pessoa estranha. É uma pessoa que eu e o marido já saimos para jantar algumas vezes, conhecer os dois, saber dos projetos de vida, dos sonhos.

 Não era questão de ter quem olhasse a criança ou não. Infelizmente aqui ALGUMAS pessoas usam os filhos como muletas, como "a razão pela qual eles não podem fazer nada na vida", quando na verdade simplesmente não querem fazer. Não se tratando de coisas sérias, mas das coisas mais triviais possíveis. 

Olha, convite não é intimação. Sabemos disso. As pessoas ás vezes chegam em casa, estão cansadas ou simplesmente não estão a fim. É compreensível. O que não é compreensível: mentir na véspera da festa quando já tinha confirmado que vinha, ao invés de ser honesta. Já tive gente que me disse a verdade: cara, não tô afim! Tô sem saco pra nada hoje. Tô chata(o).Vou ficar em casa mesmo. E quer saber? ADORO!!!! Tenho muito mais respeito pela pessoa! Mas como já tratei em outro post: honestidade não funciona com todo mundo.


Meu marido já notou que para ela, ele não passa de um contra-cheque. Ela quer os louros do sucesso dele. Quer que ele rale, vença na vida mas só o apóia quando é vantajoso para ela.

  E aqui falo de uma pessoa que eu estava acertando um horário para fechar negócio sobre cabelo e maquiagem para essa festa, já que é algo que ela quer seguir como carreira. Não apenas foi grosseira como antiprofissional. Por isso que digo que não dá pra confiar nessa gente boazinha. Os demônios acabam se manifestando mais cedo ou mais tarde neles.

FONTE:PINTEREST



Aí eu pensei em todas as minhas amigas que querem ser mães, que estão tentando, talvez não podem mais ter ou que passaram por um aborto espontâneo recebendo uma mensagem dessa aí de cima. Só porque a pessoa não tem filhos isso não quer dizer que ela não queira. E aí tudo que a minha amiga me disse sobre não fazer comentários sobre filhos FEZ TODA A DIFERENÇA NO MOMENTO DA MENSAGEM. 


FONTE: PINTEREST


 Não acho sábio alguém achar que sabe da vida alheia porque é mãe e a outra não, da mesma maneira que não é sábio dizer como os filhos dos outros tem que ser criados e educados quando não foi aquela pessoa que deu a luz à eles. 

O engraçado é que nesse final de semana teremos um jantar muito requintado para os melhores produtores do mês passado. Será  6 pessoas no total. Ela virá para o jantar por causa do marido. As outras 5 se dão super bem. E eu estarei pagando pelo jantar.  Vai ser uma experiência interessante. 

 Eu posso não ter um filho, mas uma coisa certa: Eu  não preciso de um para detectar (com muita facilidade) uma mensagem mentirosa, manipuladora e infantil quando eu recebo uma. 


FONTE: PINTEREST




Alguém já recebeu ou ouviu algo assim por não ter filho? 
Divide com a gente nos comentários. 


sábado, 13 de janeiro de 2018

Cardápio mental # 1 : O que tem pra hoje - A DIFERENÇA ENTRE AMOR E CODEPENDÊNCIA.


Tempo de abraçar e tempo de afastar-se de abraçar; (Eclesiastes 3:5)

FONTE:TUMBLR



Salomão  mencionou que para tudo há seu tempo debaixo do sol. E quem diria que o afeto e carinho se aplicariam à esse caso. 

Há um momento de manter o afeto para si. Se você está sempre abraçando, sempre se doando, haverá uma grande propensão de sempre se ferir DESNECESSARIAMENTE também . Saiba quando abraçar e quando parar de abraçar. 

Nem tudo é pra todo mundo. Em igrejas onde o estudo da palavra não é encorajado ou as pessoas vivem de um evento para o outro( sem buscar seu próprio crescimento espiritual), é comum e difundido essa conotação errônea do amor. 

O amor é colocado como um saco de pancadas. Você deve e precisa levar vários socos mentais, emocionais,espirituais de todos os seus amigos, familiares, pessoas conhecidas. Uma vez drenado, amargurado, não restando mais nada, há uma grande chance de você ser envergonhado em plena praça pública porque isso( amargura, chateação, etc) "não é coisa de crente ou de alguém que abraça o cristianismo".

O amor não se desrespeita e nem desrespeita o outro. O amor supera e atura muitas coisas, mas nunca se desrespeita. 

A maneira mais simples de amar outra pessoa é respeitando-a . E não vivendo em função de alguém, se acabando por ela e ficando com ódio da mesma depois. Isso aí é codependência.

Respeitar não é concordar e achar tudo lindo.É saber onde a sua responsabilidade termina e onde a do outro começa. É não abraçar os lixos que os outros precisam levar para fora de suas próprias casas emocionais. 

Respeitar é entender que cada um tem seu tempo e que se a pessoa não quer a mesma coisa que você naquele momento ou já mostrou inúmeras vezes que não quer nada, vc deixa ela quieta ao invés de sair falando mal dela para todo mundo. 

É PARAR DE FAZER POR ONDE QUEM DEIXOU CLARO QUE NÃO FAZ A MENOR QUESTÃO. 

É USAR DE SABEDORIA. 

Saiba quando estender afeição, para que ela seja genuína.
Saiba quando não insistir em afeição para que você não dê alguém o que é de outra pessoa.

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

PARA PENSAR ( sobre o vlog anterior)



Forte !!!!!!!!




Tradução: É louco de se pensar que  quando vemos costelas, quadris e os ossos em animais, vemos isso como  algo triste e abusivo, mas quando se trata de uma mulher, é um padrão de beleza. 


sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

QUEM É TU NA FILA DO PÃO? ( VLOG)

Cuidado com os atalhos!!! 
Cuidado olhinho no que vê, ouvido no que escuta!
Esse vídeo está com mais de uma semana, mas o alerta se faz pertinente mesmo assim. 








quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

" A lenda "


Trilha sonora do post :  

The Bumrush Mus.I.C The Bangerz Jabbawockeez.




Gisley Scott. Nome de origem grega, soa francês, mas o sobrenome e o marido são americanos. Nascida em 2 de janeiro, há muitos anos atrás.

Signo: sinceridade
Ascendente : perseverança
Sol em irreverência.
Chuva só se for pra dormir.
Lua em molecagem. 

Faz ela feliz : café,sobremesa , livros, dinheiro, cartões presentes, comentários no blog, emails dos leitores, presentes  de todos os lugares do mundo em uma caixa.

Melhores combinações ALTO ASTRAIS : pessoas responsáveis, que querem crescer na vida, com índole e integridade.

Inferno  baixo astral: acordar e não ter café pra beber ou pular o café da manhã por inteiro.

Foge das combinações NADA astrais: pessoas vitimistas, irresponsáveis, que querem sacar o que não depositam, que favorecem gente de comportamento disfuncional. Mais propensa à ter crises de alergia durante o ano inteiro com pessoas que são convencionalmente boazinhas e não bondosas de coração. 

Há anos  fazendo o mundo mais engraçado e divertido. 

Se quiser uma amiga pra não cair no buraco, ela é ótima escolha. Se quiser viver sua mentira em paz , fique longe dela.




FOTO:ARQUIVO PESSOAL

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...